Momento: Um Poema ao Amanhecer

“O amor é permanência de delicadeza.  Amar é elegante.” – Ita Portugal

Cabe somente a nós, e a mais ninguém, a decisão de encontrarmos o amor, e caminharmos verdadeiramente com ele na estrada da vida, e assim complementar na inteireza da alma a conquista da paz interior. Ser intensos no sentimento de doçura, carinho, ternura, paixão, que nos faça permanecer no jardim do querer. Nós estamos sempre no comando do jardim a ser explorado e das flores que serão cultivadas.

Ah, o amor! Sentimento magnífico

Que encanta e desencanta
Que harmoniza e desarmoniza
Que equilibra e desequilibra
Que acalma e desatina
Que faz dormir e tira o sono
Que faz rir e chorar
Que dá esperança e desespera

Ah, o amor! Sentimento de esplendor

Que encanta meus ouvidos
Que harmoniza meus pensamentos
Que equilibra meus desejos
Que acalma minha alma
Que faz dormir minha saudade
Que faz rir meu coração
Que dá esperança a meus sonhos

Ah, meu amor! Magnífico Esplendor na arte...

Arte de amar! Amar o "amor" plenamente.
Arte de ser! Ser o "amor"  inteiramente.
Arte de viver! Viver o "amor" intensamente.

“Porque metade – Dragon – é amor… E a outra metade – Phoenix – também!”


Cláudio Cordeiro 🐉

Um comentário em “Momento: Um Poema ao Amanhecer

Deixe uma resposta para Marina López Fernández Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s