Momento: Phoenix! Parabéns!


“Nunca é tarde demais para ser aquilo que sempre se desejou ser.”

George Eliot

Perdido em seus pensamentos, Dragon, observa da janela de sua imensa caverna, o Universo infinito e singular, com os intermináveis caminhos de luzes e cores, iluminando cada momento da caminhada na estrada do tempo… e no tempo de um sorriso, olha mais uma vez a imensidão solitária do universo, inalando o perfume inebriante do amor, trazido pelos pensamentos, molhando os olhos com a doce lágrima da saudade.

Hoje! Aportava no Universo a mais bela e estonteante presença da vida. Phoenix! Deslumbrante Phoenix!

Tempo! Tempo! Tempo!

Que anda ligeiro, na imensidão do espaço, deixando ao longo do caminho os momentos, as lembranças.
Que anda ligeiro, na estrada da natureza, enlaçando cada ser na primavera do próprio tempo.
Que anda ligeiro, na escola do sentimento, amadurecendo a convivência, diminuindo divergências, oportunizando momentos de intenso sabor, criando espaço para a paixão, na universidade do amor.
Que anda ligeiro, no palco do amor, trazendo a experiência, o encantar, o apaixonar, na beleza incontida da alma, refletida no corpo em movimento, sob o desejo descontraído.
Que anda ligeiro, na trilha da saudade, relembrando cada instante, na suavidade dos lábios, no calor do abraço, na graciosidade do sorriso, sintonizados na energia do pensamento.
Que anda ligeiro, no ciclo da vida, proporcionando no sopro da existência, a intensidade da gratidão, pelas histórias e conquistas, sabores e diversão, prazer e êxtase.
Que anda ligeiro, transformando os momentos da vida, proporcionando o transbordar da felicidade por tê-la encontrado no teatro desafiador da vida, tão bela quanto encantada permanece, comemorando mais um renascer na vida, tão singela sorrindo.

Phoenix! Hoje! O tempo que anda ligeiro, convida-nos a comemorarmos o teu despertar em mais um ciclo, na caminhada pela infinita estrada da vida e agradecermos a oportunidade de realizar a travessia dos infindáveis caminhos do aprendizado.

Mais uma primavera, no amanhecer da “cidade dos sonhos”, iluminará o jardim secreto da Phoenix. E no anoitecer deste dia especial, minha alma se libertará suavemente do corpo, percorrendo o espaço ligeiro no tempo, invadindo o jardim secreto, levado pela brisa doce do amor, e carinhosamente abraçando a Phoenix, cantarei em teus ouvidos, a melodia mágica da arte de amar.

“She’ll look at you and smile
And her eyes will say
She’s got a secret garden…” Parabéns! Felicidades! 🐉💙🔥


Cláudio Cordeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s